Vai abrir um negócio? Lembre-se de fazer um planejamento tributário.

vai-abrir-um-negocio-lembrese-de-fazer-um-planejamento-tributario.jpeg
Escrito por

Apesar de ser um assunto amplamente discutido e existirem diversos conteúdos explicando sobre ele, o planejamento tributário ainda gera uma série de dúvidas na mente dos novos e experientes empresários. Muitos não se atentam a esse detalhe e simplesmente não realizam o procedimento em seu negócio.

Sabemos que o planejamento tributário deve ser executado, preferencialmente, no início das operações de uma empresa. Diversos critérios, como o regime de tributação, são definidos nesse procedimento, e a empresa que inicia suas atividades sem realizá-lo pode prejudicar seriamente suas finanças no futuro.

O nosso objetivo com este artigo é mostrar a importância do planejamento tributário e por que é necessário pensar nele ao abrir um negócio. Confira!

O planejamento tributário e a sua importância

O planejamento tributário é uma metodologia que tem por objetivo organizar todas as questões fiscais de uma empresa, de modo a definir o regime de tributação e demais fatores que influenciam a base de cálculo de apuração dos impostos.

A importância desse processo está relacionada ao combate à evasão fiscal, bem como à prevenção do pagamento de impostos desnecessários a fim de garantir que os tributos sejam recolhidos no tempo certo. Com isso, pretende-se evitar problemas com a fiscalização tributária e autuações fiscais.

A cobrança tributária nos diversos tipos de empresa

Para entender a importância de começar a pensar no planejamento tributário desde o início das operações da sua empresa, é fundamental entender a forma que os tributos são cobrados nos diversos tipos de mercados.

Basicamente, existem 4 tipos de cobranças tributárias diferentes, uma para as empresas prestadoras de serviços, uma para o comércio, outra para a indústria e a mista, em que pode haver a cobrança de dois ou mais tipos de impostos.

As empresas prestadoras de serviços deverão contribuir com o Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN); as que realizam o comércio de mercadorias pagarão o Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS); e aquelas que realizam atividades de industrialização deverão contribuir com o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Além desses impostos, existem outros que incidirão sobre todo o tipo de empresa, independentemente do tipo de serviço que é prestado, por exemplo: PIS, COFINS, IRPJ e CSLL.

O regime de tributação

Outro fator importante que deverá ser definido no planejamento tributário é o regime de tributação em que empresa será enquadrada.

Existem 4 modalidades: o lucro real, presumido, arbitrado (pouco utilizado) e o Simples Nacional, cada um com características que impactam diretamente na apuração dos tributos de sua empresa.

Essa opção deve ser feita no início das atividades do negócio, podendo ser alterada no mês de janeiro de cada ano.

A influência do planejamento tributário na abertura de um negócio

O planejamento tributário impacta diretamente na saúde financeira da empresa desde a sua abertura e se estende durante toda a sua existência.

Quando ele não é realizado, sua empresa corre sérios riscos de perder dinheiro, pagando impostos desnecessários ou, ainda, ficando à mercê das autuações por parte dos órgãos de fiscalização.

Um exemplo básico da influência que o planejamento tributário tem na abertura de um negócio está relacionado à opção do regime tributário. Uma empresa pode, literalmente, quebrar nos primeiros meses de existência se esse fator for definido de forma equivocada.

O lucro real, por exemplo, é direcionado para empresas que possuem um alto custo de operação, que podem ser deduzidos das vendas realizadas com objetivo de diminuir a base de cálculo de aplicação dos tributos diretos.

Assim, caso uma empresa que possui uma margem de lucro baixa seja enquadrada no lucro presumido, fatalmente ela pagará mais impostos do que realmente deveria. Esse é um exemplo muito simples da influência que o planejamento tributário tem na abertura de um negócio.

Gostou desse artigo sobre o planejamento tributário na abertura de um negócio? Gostaria de se manter atualizado sobre outros assuntos importantes acerca da contabilidade do seu empreendimento? Então, siga nossos perfis nas redes sociais! Estamos no Facebook, Linkedin e Twitter.

Sobre o autor

Deixar comentário.

Share This
Navegação