Afinal, como cortar gastos na empresa em tempos de crise?

afinal-como-cortar-gastos-na-empresa-em-tempos-de-crise.jpeg
Escrito por

crise econômica tem sido um assunto recorrente no ambiente empresarial. O tema domina desde o noticiário até as conversas informais com amigos e familiares. Para muitos, o sinal de alerta foi acionado e os cortes de gastos parecem ser inevitáveis. Acontece que, embora essa seja uma ação necessária, fazer cortes de maneira irracional pode ser arriscado.

Mas, afinal, como cortar gastos na empresa em tempos de crise? Essa é a pergunta do nosso título e é justamente o que pretendemos responder no post de hoje. A seguir, você confere tudo o que precisa saber para que isso seja realizado da melhor forma possível, sem interferir na produtividade ou nas ações estratégicas do negócio. Acompanhe!

Diminua os custos fixos

O primeiro ponto que merece atenção são os custos fixos. Estamos falando do tipo de custo que não está atrelado à produtividade, ou seja, não aumenta ou diminui de acordo com o nível de produção. Como exemplo, podemos citar os gastos relacionados ao aluguel do espaço ou, ainda, o gasto com energia elétrica.

Os custos fixos podem e devem ser cortados sempre que possível. O próprio aluguel do escritório é algo que pode dar lugar a uma opção mais vantajosa, como os ambientes coworking. Como esses gastos nem sempre afetam diretamente a produtividade, o ideal é verificar quais deles realmente são necessários.

Realize negociações com fornecedores

Agora vamos passar para os custos variáveis, principalmente avaliando as despesas com a aquisição de estoques. O fato é que muitas empresas acabam investindo mais do que devem nesse processo, simplesmente porque não realizam negociações efetivas com os fornecedores. O resultado são os gastos desnecessários, é claro, mas também problemas ligados à precificação.

Portanto, é muito importante entrar em contato com o seu fornecedor e encontrar alguma forma de adquirir mercadorias a um preço melhor, como ao comprar em grande quantidade. Se isso não for possível, uma boa pesquisa de mercado poderá ajudá-lo a resolver a questão.

Conte com o suporte da tecnologia

Outro aspecto que merece a atenção do gestor é o uso da tecnologia na empresa. Esse tipo de ação pode ajuda a diminuir os custos de duas maneiras.

Em primeiro lugar, temos os sistemas e os softwares destinados especialmente ao controle financeiro. Com esse tipo de solução é possível monitorar a entrada e a saída de recursos do negócio, o que é fundamental para realizar cortes de maneira consciente.

Além disso, o próprio uso da automação nos ajuda a diminuir uma série de gastos, como com a própria mão de obra.

Invista no auxílio de especialistas

Para concluir o nosso material, é importante mencionar a importância do apoio de especialistas durante todo o processo. Os profissionais da área contábil, por exemplo, podem ser grandes parceiros de negócio, realizando uma análise precisa da sua organização, com o auxílio de demonstrações de fluxo de caixa e de resultado do exercício.

Assim, você terá mais informações para definir quais gastos serão cortados na empresa, o que é essencial para que nenhum erro seja cometido durante o processo.

Gostou das nossas dicas sobre como cortar gastos na empresa? Conhece outras práticas positivas nesse sentido? Então deixe o seu comentário!

Sobre o autor

Deixar comentário.

Share This
Navegação