Gestão Empresarial

Veja como controlar finanças de uma pequena empresa

veja-como-controlar-financas-de-uma-pequena-empresa.jpeg

Você sabia que 6 em cada 10 empresas do nosso país fecham as portas após o quinto ano? Esses dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Agora, quer saber o motivo para a mortalidade precoce desses negócios? Simples. Pode ter certeza que, na maioria dos casos, a principal responsável foi a dificuldade de lidar com as finanças da empresa.

Sim, é muito importante que o gestor atue em conjunto com o contador e o departamento financeiro para conseguir administrar as finanças, caso contrário, poderá ser responsável por engrossar ainda mais essas tristes estatísticas do IBGE.

Para ajudá-lo, resolvemos trazer, no post de hoje, algumas dicas para te ajudar a controlar finanças de uma Pequena ou Média Empresa – PME. Confira!

Conte com o apoio da tecnologia

Hoje, se até mesmo os quiosques de rua contam com sistemas para controlar as finanças, por que seria diferente na sua empresa? Existem uma série de sistemas e softwares de gestão destinados exclusivamente ao controle financeiro, fora aqueles que têm outras finalidades, como o controle de estoques e contábil.

Essas ferramentas ajudam no monitoramento dos fluxos de caixa, na integração de dados da empresa e ainda possuem diversas outras aplicações, como análises por meio de indicadores de desempenho, por exemplo. É muito importante que a sua empresa conte com esse tipo de solução para controlar as finanças do negócio.

Crie uma cultura organizacional forte

Em uma PME, muitas pessoas acabam lidando com as finanças da empresa — do caixa ao entregador. Todos eles realizam operações que envolvem dinheiro e, portanto, é muito importante que esses colaboradores estejam cientes da relevância de cada uma das atividades. Por isso, nossa próxima dica é que você crie uma cultura organizacional forte, pautada na prestação de contas.

Assim, você aumenta as chances de conseguir controlar as finanças com sucesso, já que os próprios funcionários entenderão a importância de fazer os devidos registros das operações.

Utilize os indicadores de desempenho

É fundamental acompanhar diariamente o desempenho financeiro para garantir que as coisas estejam acontecendo da maneira planejada. Afinal, monitorar é tão importante quanto planejar, e é nessa atividade que conseguimos reunir informações para tomar decisões mais precisas, focadas nas necessidades da empresa.

Por isso, defina e acompanhe constantemente indicadores financeiros como o faturamento, a lucratividade, o nível de endividamento, entre outros. Eles podem ser o verdadeiro termômetro para monitorar a saúde financeira do seu negócio.

Faça uma boa gestão contábil

Por fim, é válido registrar que a contabilidade requer toda a atenção do empreendedor, principalmente quando nos referimos aos tributos. Isso porque não é raro empresas pagarem mais tributos que devem ou, simplesmente, não fazerem uma boa gestão das obrigações principais e acessórias, o que pode ocasionar em multas e juros para a empresa.

O ideal é procurar uma empresa especializada no assunto para guiá-lo não só na própria gestão contábil do negócio, mas também no planejamento tributário de toda a empresa.

Gostou do nosso post de hoje? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de muito mais!

Sobre o autor

Fortes Contabilidade

Deixar comentário.

Share This
Navegação