Gestão Empresarial

5 dicas de estratégias de negócios para quem vai abrir uma empresa

5-dicas-de-estrategias-de-negocios-para-quem-vai-abrir-uma-empresa.jpeg

Seu sonho é abrir seu próprio negócio? Então saiba que você não está sozinho. O Brasil é considerado um dos países mais empreendedores do mundo, de acordo com instituições renomadas como o Global Entrepreneurship Monitor (GEM) e o Approved Index. Certamente os brasileiros têm a veia para os negócios, mas será que isso é o suficiente? Infelizmente, não.

Embora o empreendedorismo seja uma das nossas características marcantes, o fato é que as empresas nacionais também enfrentam uma série de problemas, muitos deles causados por vícios de gestão. Além disso, existem também os casos de empresas que não planejam muito bem as fases iniciais do negócio. O resultado? Empresas fecham as portas precocemente no país.

Para que você não faça parte das estatísticas de mortalidade empresarial, resolvemos trazer, neste post, 4 estratégias de negócios para que você comece a empresa com o pé direito! Confira!

1. Faça a análise SWOT

Em primeiro lugar, é muito importante que você conheça bem o seu ambiente interno e externo. Para isso, você deve fazer a análise SWOT (Strengths, Weaknesses, Opportunities and Threats). Em português, esse tipo de avaliação é conhecida como FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças).

Basicamente a ideia é avaliar o ambiente interno, que podemos controlar, isto é, as forças e as fraquezas do negócio, e também procurar entender o ambiente externo, aquele que não temos nenhum controle, como as oportunidades e as ameaças.

2. Invista no marketing

Certamente o marketing de inauguração é uma das estratégias de negócios mais importantes nas fases iniciais de uma empresa. Afinal, é preciso atrair para começar a trabalhar na sua base de clientes, que deve ser alimentada constantemente para que, no longo prazo, se torne fidelizada.

Isso não significa que você precisa dispor de muitos recursos. Hoje, estratégias relacionadas ao marketing digital, como o marketing de conteúdo, as mídias sociais e os links patrocinados já são uma excelente forma para que você comece a posicionar a sua marca no mercado.

3. Escolha bem a sede do negócio

A escolha da sede pode variar muito entre o varejo e os prestadores de serviços. No primeiro caso, é fundamental fazer uma ampla pesquisa de mercado antes mesmo de instalar a sua empresa, descobrindo, principalmente, a demografia do local onde se pretende operar. Além disso, considerar opções como o e-commerce também podem fazer toda a diferença para reduzir custos.

Já os prestadores de serviços podem contar com opções mais baratas para reduzir os custos, como os escritórios coworking. Além de ser uma forma de reduzir as despesas, o empresário também conta com serviços como secretárias e ainda pode encontrar um cliente na porta ao lado.

4. Defina metas inteligentes

É muito importante que você defina as metas para os próximos anos da empresa. Existe um modelo conhecido como metas SMART, ou, em português, metas inteligentes. Basicamente, SMART é uma sigla que contém todas as características de uma meta ideal.

Sua meta precisa ser específica, mensurável, atingível, relevante e temporal. Se ela possui todos esses elementos, então significa que ela é capaz de atingir o objetivo, que é estimular os colaboradores e servir como um norte a ser seguido.

5. Planeje a sua contabilidade

Por fim, é muito importante que você planeje a sua contabilidade já nos momentos iniciais do negócio. Isso porque, questões como os modelos de tributação e as próprias formas de pagar os impostos podem impactar diretamente nos rendimentos da empresa.

Esse planejamento é ideal e serve como uma das principais estratégias de negócios, uma vez que antecipa necessidades que certamente surgirão no futuro.

Gostou das nossas estratégias de negócios? Então confira essas dicas para tomar decisões estratégicas!

Sobre o autor

Fortes Contabilidade

Deixar comentário.

Share This
Navegação